Entrevista – postura

Olá pessoal!

Feitas as devidas apresentações, vamos começar com as dicas!! Estou muito animada com esse espaço, e as dicas estão fervilhando na minha mente!

A primeira dica tem que ser como se portar em uma entrevista. Sim, porque vocês só poderão ingressar na vida formal se passarem dessa entrevista!

Obs.: Em seguida eu vou postar dicas sobre o que vestir, mas eu acho que o comportamento nessa fase é mais importante do que o traje em si, porque quanto ao traje a empresa pode indicar o dress code (código de vestimenta da empresa) posteriormente.

Então vamos lá!

Em uma entrevista, seja de estágio ou de emprego, o que o examinador está procurando é basicamente conhecer um pouco melhor a sua personalidade, para ver se você se enquadra no ambiente de trabalho oferecido.

Caso ele queira fazer uma avaliação técnica também, ele poderá se valer de uma etapa de provas, ou ainda de perguntas orais mesmo, apesar de ser mais raro, então esteja preparado!

Busque conhecer a atividade da empresa à qual você se candidatou e veja, dentro da sua área, os assuntos mais importantes, para tentar evitar ser pego de surpresa e não saber o que responder. Lembre-se, o interesse na vaga é principalmente seu!

Considerando que o que importa principalmente para o entrevistador é conhecer a personalidade, é importante que você, na condição de entrevistado, seja sempre simpático!

Não precisa fazer o papel de “puxa-saco”, mas receber e se despedir das pessoas com um sorriso no rosto e um aperto de mão confiante cai bem em qualquer situação.

Além disso, evite ser “sincero demais”! Essa dica é complicada! Hahaha

Não estou sugerindo que ninguém minta em entrevista de emprego, por favor!! O que estou dizendo é o seguinte: você está decidido que quer fazer concurso público (o que é muito comum no Direito), mas mesmo assim quer estagiar em um escritório de advocacia, para conhecer o trabalho, para experimentar, e etc. Pode ser que, ao conhecer o trabalho, você se apaixone perdidamente e mude de ideia, não é possível?

Então, se o entrevistador perguntar: no futuro você se vê fazendo o quê? A resposta não deve ser: concurso público!! Por mais que isso seja verdade para você naquele momento, existem pelo menos duas razões cruciais para não responder dessa forma: 1) essa é a última coisa que o entrevistador quer ouvir, pois ele não quer treinar alguém possivelmente por alguns anos para que essa pessoa faça uma prova de concurso público e saia do trabalho; e 2) Nós nunca sabemos o dia de amanhã. Às vezes você acha que quer concurso público, mas ao trabalhar naquela vaga você muda de opinião e aí, ainda que o seu empregador decida aceitar você mesmo sabendo do concurso, ele não vai te dar as mesmas oportunidades de crescimento que poderia te dar se você não tivesse respondido isso! Entenderam a ideia? Isso é só um exemplo de como ser sincero demais pode prejudicar!

Outro erro comum é reclamar da vaga anterior, ou do chefe. Pense que você está fazendo entrevista com o seu futuro chefe! Ele não vai gostar de saber que você tem o costume de falar mal da sua empresa ou do seu superior por aí…

Para as meninas existem alguns detalhes importantes: não é aconselhável, por exemplo, cruzar as pernas, especialmente se estiver de saia. É uma coisa que normalmente ninguém se toca, mas que muitos entrevistadores percebem. Não que vá aparecer nada, mas o ato de cruzar as pernas é associado a um certo nível de sensualidade (é sexy cruzar as pernas! :P), e qualquer atitude sexy em entrevista de emprego tende a não ser bem recebida. As pernas devem permanecer fechadas uma ao lado da outra, como a pose da princesa do filme Diário da Princesa (lindo e um ÓTIMO filme para tirar dicas de comportamento para ambientes formais):

como sentar

Bom, as demais regras são mais comuns, como não falar gírias (nem cara, véi, meu, ou qualquer variação disso), agradecer caso seja oferecido água ou café, pedir licença e por favor, etc.

O post ficou enorme, mas eu acredito que são as principais dicas, além de essenciais e atemporais!

Se ficou alguma dúvida ou se eu tiver esquecido de alguma coisa, deixa nos comentários que eu atualizo! 🙂

Beijos!!

Introdução

Olá pessoal!

Sejam todos bem-vindos!!

Sou advogada e trabalho no Rio de Janeiro, apesar de não ser carioca!

Resolvi criar esse blog quando ainda era estagiária, principalmente porque eu nunca tinha trabalhado em um ambiente formal antes, e nunca tive ninguém na família próximo a mim que, principalmente, usasse trajes sociais para trabalhar, de maneira que eu fiquei completamente perdida e insegura ao ingressar no mundo corporativo formal.

Eu não sabia o que vestir, o que calçar, como agir, como me portar, nada disso!

Então, como boa geração Y, eu fui até a ferramenta mais útil criada até hoje – o Google – e fui pesquisar algum lugar que pudesse me orientar nessa empreitada.

Para minha tristeza, todos os lugares que eu encontrei tinham poucas informações, e normalmente voltadas para pessoas mais velhas, que já trabalham nesse tipo de ambiente.

Não encontrei nenhuma dica sobre o que comprar, onde comprar, como combinar, o que usar em cada situação, como me portar em entrevistas de estágio e nas diversas situações do dia a dia de ambientes formais, etc.

Daí surgiu a idéia (ou ideia na nova regra) de criar esse espaço em que eu pudesse ajudar as pessoas que, como eu, não tinham a menor intimidade com o mundo das formalidades, seja em como conversar, como vestir, o que dar de amigo oculto para o chefe (que drama!!), ou qualquer coisa relacionada a esse ambiente em que todos os seus atos podem, dependendo da repercussão, custar a sua boa impressão, e até mesmo o seu emprego!

Inspirada nos vários blogs que eu já lia diariamente, espero que eu consiga atingir o meu objetivo e ajudar o maior número de pessoas possível!

E apesar de eu ser advogada, as dicas que eu vou postar aqui servem para qualquer profissão e cargo, desde que trabalhe em ambiente formal, obviamente!

Espero que gostem e que as dicas sejam úteis!

Beijos!