Happy hour – maquiagem

Olá pessoal!

Como prometido no post sobre happy hour, vamos falar sobre como transformar a maquiagem do dia no trabalho em maquiagem para a noite?

Já falei sobre maquiagem para o dia a dia nesse post aqui.

Assim, considere que sua pele já está pronta e surgiu um happy hour, mas você está se sentindo simples demais para um evento fora do escritório. O que fazer?

Acho importante termos sempre em mente que o evento não é super glamouroso, mas não impede que você se arrume um pouco mais, até porque, a ideia é justamente ser informal!

Mas, como tudo no mundo corporativo, não pode abusar!

Sendo assim, acho as seguintes opções ótimas para adaptar a maquiagem sem exageros:

(i) Lápis de olho fazendo um delineado e na parte de baixo do olho:

Basta um lápis de olho para transformar a maquiagem! Faz o desenho do delineado com o lápis mesmo, pode até dar uma esfumada, e passa um pouquinho na parte de baixo, ou na linha d’água e pronto! Retoca o batom e o blush e está linda e de cara nova!

Lápis de olho

(Imagem do site: http://todaperfeita.com.br/como-passar-lapis-no-olho-corretamente/)

(ii) Sombra mais escura e/ou brilhosa:

A sombra escura ou brilhosa resolve o problema caso você vá para um lugar mais badalado, mais jovem, porque é mais versátil! E tendo uma sombra em tom curinga, não ocupa espaço e te deixa preparada para alterar a maquiagem rapidamente!

sombra escura

(Imagem do site: http://www.portalangels.com/espaco-mulher/dicas-de-beleza/dicas-de-maquiagem/maquiagem-escura-cuidados-ao-fazer.html)

(iii) Batom vibrante:

Por batom vibrante entenda um batom com cor mais animada do que o nude e o rosinha clássicos do dia a dia, e não um batom laranja! Lembre-se que o evento, apesar de ser informal, é com pessoas do seu trabalho, então não exagere no contraste!

Eu acho essa a melhor alternativa pois é, sem dúvida alguma, a mais rápida e a que faz mais diferença! Não mude absolutamente nada da sua maquiagem de dia, não faça nada no olho, mas acrescente um batom e veja a presença que você vai ter!

batom vibrante

(Imagem do site: http://mag.divamos.com.br/2013/03/22/4-batons-para-morenas-inspirados-em-jessica-alba/)

Para fechar, trouxe dois vídeos sobre o assunto:

(i) Da musa inspiradora de beleza, Vic Ceridono, sobre como transformar a maquiagem:

(ii) Da Camila Coelho, continuação daquele vídeo dela que eu havia mencionado no post sobre maquiagem de dia a dia:

Espero que tenham gostado das dicas!

Beijos!

Anúncios

Cor de cabelo

Olá pessoal!

O post de hoje é inspirado em uma situação real! hahaha

A pergunta é: a cor do seu cabelo influencia em ambientes formais?

Lógico que essa pergunta não vale para cabelos azuis, roxos, etc., pois esse tipo de coloração, por mais apaixonada que você seja por ela, certamente não fará você passar da entrevista.

Nem comento aquele cabelo tomate né? Vocês viram isso? Olha só:

cabelo tomate

Essa pessoa não pode ter – de forma alguma – uma profissão formal!

E isso vale para qualquer tipo de desenho no cabelo, como o cabelo raspado com o símbolo da Nike pequeno por exemplo, etc.

Mas nem estou me referindo a esses casos mais diferentes, estou me referindo, por exemplo, ao cabelo vermelho, ou loiro muito aberto!

cabelos coloridos

Recentemente teve uma entrevista de estágio aqui no escritório com uma  menina de cabelo muito vermelho, como o da foto acima.

É engraçado, porque as pessoas não estavam seguras quanto ao que acharam dela, mas foi unânime que ninguém teve uma boa impressão. As opiniões foram desde “revoltada” a”não passa seriedade”.

Vejam que o cabelo vermelho mencionado acima é completamente diferente do cabelo ruivo natural, e por isso mesmo eu acredito que provoca esse tipo de reação nas pessoas, por não ser natural.

O mesmo ocorre com o cabelo platinado, que, além de não ser tradicional, ainda remete a uma imagem sexy, o que, mais uma vez, não é adequado para ambientes formais.

Entendam que o ponto é: sua imagem representa a imagem do ambiente em que você trabalha.

Ambientes formais querem passar, em regra, a imagem de segurança, confiança, e essa sensação é usualmente obtida com uma imagem conservadora, daí a “rejeição” a cabelos coloridos demais, que não sejam tons naturais…

Por isso, caso você esteja pensando em trabalhar em área formal e já tenha cabelo colorido, eu sugiro que você vá tentando trazer o seu cabelo para uma cor mais comum, como o castanho, loiro escuro, preto, etc., para que não haja o risco de perder uma boa oportunidade de trabalho em razão de um detalhe absolutamente superficial.

Para finalizar a história, a menina do cabelo vermelho não foi selecionada, pois a entrevistadora não se sentiu segura em contratar ela, mesmo tendo ido bem na entrevista.

Então, vamos ter cuidado com as nossas escolhas pessoais, especialmente as relacionadas à nossa aparência, para que não tenham um impacto negativo no ambiente que trabalhamos.

Beijos!

Restaurantes – Centro do RJ

Olá pessoal!

O post de hoje é dedicado ao pessoal do Rio de Janeiro, mais especificamente àqueles que trabalham no centro da cidade!!

Eu trabalho aqui no Centro há uns 5 anos, mais ou menos, sendo que eu trabalhei por uns 2 anos na Cinelândia, então esse tempo não conta porque lá não tem muita opção!

Todo mundo que me conhece sabe o trauma que eu tenho do Spoleto por isso! 😛

Já aqui no miolo da Rio Branco, perto da 7 de setembro, a variedade é muito maior!

Separei os 5 que eu gosto mais no momento:

(i) Tarantino

O primeiro que eu preciso indicar é o Tarantino! Para mim ele é, sem dúvida, o restaurante com o melhor custo x benefício do Centro! Ele não é barato (você gasta em torno de R$ 30,00 a 40,00), mas também não é caro e a comida é divina!

O Tarantino existe na Avenida Presidente Wilson, na Cinelândia e na Rua do Rosário, mas eles não têm site! E um outro defeito é que lá só aceitam dinheiro, cheque ou ticket…

Existe também um Tarantino na Praia do Flamengo, e esse aceita cartão!

(ii) The Line

Depois desse, preciso indicar o The Line! É um restaurante a quilo ali no Arco do Teles muito bom, e esse sim é barato! Dá para comer uma comida boa sem gastar muito!!

Existe uma versão chamada The Line Gourmet, fica na Rua do Mercado, que é um pouco mais caro, mas é maior e tem menos fila!

O site deles é: http://www.theline.com.br

(iii) Sabor Saúde

Muitas pessoas não gostam do Sabor Saúde porque os atendentes têm pressa, mas eu como bastante lá, principalmente as sopas (adoro sopa e as de lá são bem saborosas)! É uma espécie de Delírio Tropical, mas com alguma variedade de pratos sem ser saladas.

Para não ficar perdido vale a pena olhar o cardápio do dia no site deles antes!

Uma coisa que eu valorizo é que eles afirmam que fazem a comida com 100% de ingredientes naturais, água filtrada, etc.

E tem um diferencial: às sextas a sobremesa é grátis! 😉

O site deles é: http://www.saborsaude.com.br/

(iv) Green

Essa dica vai para os vegetarianos! Esse restaurante não é vegano, é vegetariano mesmo, então eles usam derivados como leite, queijo, etc.

Eu não sou vegetariana, mas amo a comidinha de lá! E também tem um excelente custo x benefício! Por mais ou menos R$ 20,00 você tem direito a salada de entrada (buffet liberado), sopa, cestinha de pães, prato principal e sobremesa!  Ótimo, né?

O site deles é: http://www.greenrestaurante.com.br/

(v) Zagatti

O Zagatti também é um restaurante a quilo, a comida é bem gostosa, com bastante opção e com churrasco!!

Ele fica na Rua do Carmo, do lado do Besi, que é a loja de decoração e lanches mais linda do mundo, dona do meu coração! Mas depois eu falo mais dela…

O site deles é: http://www.zagattigrill.com.br/

Hoje eu vou indicar só esses, para o post não ficar gigante, mas se vocês quiserem posso trazer de tempos em tempos os meus favoritos, ou as descobertas recentes! 😛

O que vocês acham?

Beijos!!

Tendências

Olá pessoal!

Hoje eu vim falar sobre um assunto muito interessante… é possível usarmos as tendências do mundo da moda em ambientes formais?

Eu diria que sim, mas com cuidado.

Nem todas as tendências são adequadas aos escritórios, e nem sempre elas são adaptáveis!

Uma tendência que está todo mundo comentando e que eu acho (sempre achei, na verdade) perfeita para o ambiente formal é o preto e branco!

As versões de blazer, calça e blusa listrada preto e branco dominaram as lojas!

calça preto e branco

blazer preto e branco

 


 

 

 

 

Mas muita calma! Você não precisa adquirir ESSE blazer ou ESSA calça para aproveitar a tendência!

Você pode, simplesmente, pensar em looks em preto e branco com peças que você já tem!

Eu mesma usei essa semana o seguinte: calça preta, blusa preta e um blazer branco! Achei que ficou ótimo, elegante e na moda! #convencida! hahahaha

Particularmente, achei essa tendência a melhor do mundo da moda até hoje para o ambiente formal, porque roupa preto e branco é o que não falta no nosso closet, né? 😉

Aproveitem!!

Beijos!

Roupas formais no frio

Olá pessoal!

Como o inverno está chegando e, pelo que parece, vai vir com tudo (oba!), decidi falar um pouco sobre roupas formais no frio, para sabermos o que pode, o que não pode, o que fica exagerado, etc.

Eu sempre achei o inverno a estação mais gostosa de todas e, além disso, é a estação em que mais podemos caprichar nas produções! Temos apenas que prestar atenção para não querer usar tudo de uma vez, e a produção ficar exagerada!

Bom, para os meninos, a vestimenta não muda muito né? Vale investir naqueles casaquinhos de colocar dentro do terno, que fica um charme, e um sobretudo, se fizer muito frio no local onde você trabalhar!

homem de casaco e terno

homem de sobretudo e terno

 

 

 

 

 

 

Não acho legal os homens usarem cachecol, pois acho que aqui no Brasil dificilmente vai fazer frio para isso (considerando que eles já estão com o pescoço protegido pela gravata), e acho também que, nos homens, o cachecol dá um ar mais despojado, o que não é a intenção em ambientes formais!

Já as mulheres, se joguem! Usem e abusem desse acessório, seja na versão de lã, de seda, de malha, estampada, lisa, etc! Aquele pedaço de pano amarrado no pescoço fica liiindo e SUPER elegante!! Olha aí a nossa querida princesa de exemplo:

kate middleton de lenço

Falando nisso, não poderia deixar de compartilhar com vocês o vídeo mais incrível que existe sobre as diversas formas de amarrar um lenço/echarpe:

Além desse primeiro acessório, no inverno começam a aparecer os chamados trench coats, que nada mais são que o bom e velho sobretudo, que deixa a silhueta de qualquer mulher mais alongada e é muito elegante:

trench coat

Nessa estação também começam a sair do armário as botas, e é aqui que eu acho que devemos tomar mais cuidado.

Atualmente existem botas de todos os tipos, mas eu acho que elas dificilmente ficam bonitas e alinhadas em um contexto formal. Apesar de fechadas e algumas até elegantes, elas normalmente têm um caráter mais sexy (as botas de salto fino e cano longo, por exemplo) ou informal (as botas de cano curto, militares, etc).

Sendo assim, eu sugiro que, para não errarmos, é melhor evitarmos usar botas no escritório e deixarmos as botas para os finais de semana de frio! No máximo, usá-las com calças sociais (a bota por dentro da calça e não ao contrário), caso esteja realmente muito frio!

Nesse contexto, não preciso nem mencionar que as galochas estão proibidas, certo?

Em contrapartida, invista nas meias calças pretas, grossas, que ficam ótimas com vestidos de tecidos mais pesados, ou mesmo em meias da cor da pele, para serem usadas por baixo da calça com o sapato social fechado e aquecer um pouco mais os pés e as pernas.

Elegância é a palavra chave do inverno! 😉

Beijos!

Happy hour

Olá pessoal!

Desculpem a demora, tive uns dias MUITO enrolados, mas agora estou de volta!!

O post de hoje é sobre como se portar em um  happy hour!

O dia clássico do happy hour é a quinta-feira, mas às vezes acontece às sextas, então vamos ver o que pode e o que não deve ser feito! 😉

O happy hour é um evento que foi criado basicamente para descontrair o ambiente de trabalho, no qual os colegas têm a possibilidade de se conhecer melhor.

É uma ótima opção de networking, mas devemos ter em mente que não é um evento 100% informal, pois estamos com colegas de trabalho que vamos ver no dia seguinte, então deve ser mantida a postura!

Assim, a dica número 1 é: não faça nada que possa ser alvo de comentários ou constrangimento no dia seguinte!! Acredite, as pessoas comentam tudo, por mais que também estejam participando!!

Controle a intimidade com os colegas e, principalmente, os assuntos das conversas! Falar mal do chefe ou de colegas específicos pode ser um tiro no pé!

Procure conversar com todo mundo, para aproveitar esse momento e ter a oportunidade de conhecer melhor o maior número de pessoas possível.

Jamais exagere no álcool ou mesmo na comida, para não ficar com má fama ou ganhar apelidos constrangedores!

Evite falar muito sobre sua vida pessoal ou seus planos e trabalhos específicos dentro da empresa, pois podem ser mal interpretados, ou pode ser que determinado projeto ainda estivesse sob sigilo e você nem sabia!

Caso seja solteiro, aproveite para conhecer as pessoas que se envolvem no mesmo que você, mas atenção! Algumas empresas têm política contrária ao relacionamento entre colegas de trabalho, de forma que a investida pode ser mal vista pelo colega, caso ele tenha conhecimento dessa política!

Se você ficar responsável por organizar o happy hour, procure um local com preço acessível, assim não inviabiliza a presença de ninguém e, de preferência, que tenha controle individual de consumo, assim evita briga na hora da conta!

Na hipótese da conta ser conjunta, preste atenção ao que consumiu e sugira que o pagamento seja proporcional ao consumo, por ser a opção mais justa.

Não é bacana “esquecer” os 10% (dez por cento) do garçom, pois no final, a conta vai dar problema e pode ficar muito feio caso percebam que foi você quem “esqueceu” essa parte.

Por fim, cuidado com as redes sociais! Atenção ao que você posta, para não se arrepender no dia seguinte, porque todos os seus amigos poderão ver em tempo real!

Depois eu faço um post sobre como transformar a maquiagem de dia em maquiagem para um happy hour, o que vocês acham?

Beijos!