Como demitir alguém

Olá pessoal!

O penúltimo post foi sobre como pedir demissão, porque sabemos que nunca é uma tarefa fácil…

Mas não faz muito tempo eu me deparei com uma situação bastante chata, que foi a do meu superior pedir que eu demitisse o meu subordinado, pois ele havia tido uma postura incompatível com o nosso trabalho, que é baseado em confiança.

Eu nunca tinha passado pela experiência de demitir antes, e confesso que foi MUITO difícil, por mais que eu soubesse que ele estava errado. Não é fácil lidar com a responsabilidade de terminar com uma oportunidade ou até mesmo com o sonho de alguém, né?

Pensando nisso, e no nível de estresse que eu passei para conseguir demitir a pessoa que trabalhava diretamente comigo, eu decidi fazer esse post para vocês.

  • Esteja a sós:

Antes de mais nada, é imprescindível que você converse com a pessoa e comunique sua decisão a sós. Não faça isso na frente de todos os demais funcionários, pois será uma humilhação a qual a pessoa não deve ser sujeita, mesmo estando errada! Não use aquela desculpa de “servir de exemplo aos demais” pois isso nada mais é do que falta de respeito e insegurança da sua parte!

No máximo, leve uma testemunha para assegurar que ele não irá se revoltar com você e que a conversa seja mantida no nível profissional. Se for levar, escolha alguém da sua mesma hierarquia, e não um colega de trabalho do funcionário que você está demitindo, caso contrário voltaremos à situação humilhante.

  • Seja direto e honesto:

No meu caso eu estava sozinha, e a minha primeira preocupação foi em ser bem franca e direta com ele, expondo a razão dele ter sido demitido, e informando que esse tipo de atitude não era admissível no escritório.

Acho importante que a pessoa que está sendo demitida saiba a real razão disso, de maneira que possa ter consciência dos seus atos e não repita no futuro, pois saberá que estará colocando o emprego em risco.

  • Ouça o outro lado:

Depois, eu me preocupei em efetivamente ouvir a explicação da pessoa. Claro que diante dessa situação, nada que ele dissesse iria remediar e fazer com que meu superior mudasse de ideia, mas acho importante dar ao outro a oportunidade de tentar minimizar os efeitos da sua má atitude.

  • Dê feedback:

Por último, eu procurei dar um feedback geral a ele sobre a sua postura e o seu trabalho comigo até aquele momento. Comentei o que eu considerava pontos fortes, e o que eu julgava que ele deveria se esforçar para melhorar, para que viesse a ser um profissional melhor no futuro. E, claro, agradeci pelo trabalho realizado até ali!

Eu sabia que a atitude dele tinha sido a pior possível, mas eu sempre acho que as pessoas têm o direito de errar, e eu não estou na posição de julgar se ela vai reconhecer o erro e melhorar ou não, independentemente das circunstâncias que a tenham levado a isso…

Eu penso que o meu papel como superior é alertar e orientar, para que eu consiga efetivamente colaborar com o crescimento das pessoas que estiverem subordinadas a mim!

Acho que demitir alguém sempre vai ser um momento super delicado e que a forma como lidar com ele vai depender muito da situação específica, mas o essencial é manter o respeito.

Na minha opinião, as críticas devem sempre ser construtivas, mesmo que o erro seja grotesco.

Beijos!!

Anúncios

Como pedir demissão

Olá pessoal!

O post de hoje é sobre um assunto suuuper delicado!

Pedir demissão nunca é uma tarefa fácil, não é mesmo?

Para facilitar um pouco esse momento, existem certas atitudes que podemos manter em mente.

A primeira dica é: antes de comunicar a qualquer colega de trabalho que você está saindo, fale com o seu chefe. Isso evita que haja fofoca, que a notícia chegue aos ouvidos dele antes, etc.

O seu chefe certamente irá perguntar a razão da sua saída, então pense no que irá responder. Minha sugestão é que seja sincero e exponha os pontos que considera negativos no seu emprego atual, para que todos possam crescer com a experiência. Seja honesto & educado! Isso demonstra maturidade da sua parte! 😉

Até porque, nunca sabemos o dia de amanhã! É melhor sair dos lugares deixando uma boa impressão e as portas abertas!

Caso a mudança seja em razão de algum descontentamento com o emprego atual, acho importante que o assunto seja discutido com o seu superior, e que seja aberta a possibilidade de uma contra-proposta atrativa!

Caso contrário, pode parecer que se trata apenas de uma desculpa para acobertar a verdadeira razão do pedido de demissão (uma insatisfação pessoal, possivelmente).

O tempo mínimo razoável de aviso prévio é de 10 (dez) dias a 2 (duas) semanas para empregos liberais, ou o tempo de aviso prévio mínimo especificado no contrato de trabalho, caso haja.

Esteja preparado para deixar a função no mesmo dia, bem como apenas no final do aviso prévio! Sendo assim, já organize as suas pendências, separe os itens pessoais e arquive os documentos importantes de maneira eficiente!

É importante estar disponível para treinar, no seu aviso prévio, a pessoa que irá substitui-lo, ou para fazer um relatório com suas atividades, bem como com o status de cada trabalho/projeto que não poderá ser concluído.

Por fim, não se esqueça de agradecer às pessoas que realmente fizeram diferença no ambiente de trabalho e no seu aprendizado antes de sair, mesmo que seja pela companhia diária na hora do cafezinho! 🙂

Beijos!